BIORRICULO 20/10/2009

Eduardo Fukushima Kuroiwa.
Neto de japoneses por parte de pai. Parte de mãe italianos.

Nascido em São Paulo dia 15 de abril de 1984.
Seu primeiro contato com a dança foi aos 4 anos de idade, onde acompanhava sua mãe e irmã nas aulas de jazz,  reproduzia os ensaios em casa, achava fantástico aquelas mulheres abrindo espacate. Sua meta era abrir espacate. Conseguiu.
Seu pai não gostava muito de o ver dançar, então, começou a dançar sozinho e escondido e achava que estava fazendo coisa errada, tinha vergonha.
Cresceu no clichê que homem não podia dançar, com vergonha de dançar, dançou sozinho, escondido dos 6 aos 10 anos, assistindo a videos de coreografias onde sua mãe e irmã dançavam. Suas referencias.
Nessa fase começou a assistir circo e se encantou tbm.

Aos 6 anos o colocaram na Ginástica Olimpica e caíu de cabeça no negócio, aos 10 resolveu ser atleta, ir para as Olímpiadas e virar técnico.
Treinava todos os dias, competia pela escola Mackenzie , fazia uns treinamentos na Yashi e ajudava nas coreografias das meninas.
Os 12 anos foram o seu auge fisico de possibilidades e medalhas, depois a coisa foi decaindo, foi se lesando e aos 14 anos resolveu largar a ginástica e ser Jovem, curtir a vida.
Seu pai morreu quando Eduardo tinha seus 14 anos, sua primeira experiência com a morte de perto.Um Baque!
Ficou parado sem fazer exercicios fisicos até os 19 anos. Só dançava nas festinhasss.
Perdido na vida, fez públicidade 1 ano.
Largou e precisava voltar a se mexer, usar o corpo, tava ficando doente, cansado de tudo, faltava-lhe  ânimo.
Lembrou do circo e começou, no circo conheceu a dança e viu que gostava mais é de ficar no chão.
Entrou para faculdade de dança Anhembi Morumbi, entrou muito cru e não conseguia entender tudo aquilo, massagear os pés?… queria dançar, precisava suar, ficou na crise e abandonou. Segundo cansaço da vida!
Depois de 6 meses parado, cansado, sem ânimo de nada, resolveu procurar a dança por São Paulo.
Aos vinte, encontrou oficinas de dança gratuitas no Centro Cultural São Paulo, oficina Oswald de Andrade, além de conseguir uma bolsa na acadêmia Fama, para aulas de balé e contemporâneo.
Ficou dois anos fazendo cerca de 4 aulas por dia, teve contato com têcnicas como Balé Classico, Dança Indiana, Capoeira Angola, Contato e Improvisação, release, técnicas de improvisação via Forsythe e yoga e passou a conhecer diferentes professores e coreógrafos da cena independente paulista. Nesse tempo teve a oportunidade de participar de um grupo de dança chamado In-Pulso e resolveu fazer o seu primeiro solo para um evento-festa undergroud ” 11 de setembro” de uma amiga, seu solo se chamava “Saídas”, foi apresentado uma vez e um fracasso no evento, foi vaiado.
Queria voltar para o circo e buscava uma formação corporal mais consistente.
Aos 21 anos após uma tentativa frustada de voltar ao circo através do curso de formação de circo CEFAC, terceiro cansaço; teve a oportunidade de fazer uma oficina com a diretora e bailarina Key Sawao.
Após um mês de oficina, ela o convidou a participar de seus ensaios.
Dentro desse seu primeiro trabalho profissional chamado “Obrigado por Vir”- modo operante, decidiu assumir a profissão de dançarino-criador.

Dentro da companhia de Key Sawao e Ricardo Iazzetta, teve a oprtunidade de participar de um processo de pesquisa em dança, teve contato com técnicas corporais orientais e conhecer um pouco sobre os principios do butoh.

Essa experiência de 2 anos intensos ( 2005 e 2006),  foi como um resgate e descoberta de sua ancestralidade e sua individualidade como  artista e individuo.

Neste período conheceu a Fundação Japão, onde fez muitos cursos de arte e cultura Japonesa.

Em 2006 teve a oportunidade de trabalhar com o coreografo Luis Fernando Bongiovanni.

Em 2007 trabalhou 1 ano com a coreógrafa Célia Gouvea, em dois espetáculos e performances, no mesmo ano começou a estudar Comunicação das artes do Corpo pela PUC, onde começou sua pesquisa individual em dança, criando o solo “CANTO!”, conseguiu se apresentar em alguns eventos por São Paulo.

Em 2008, conseguiu um incentivo do núcleo Key zetta e cia, dentro do projeto de pesquisa prática em dança “10 solos e reverberações”, prêmio Funarte Klauss Vianna, onde desenvolveu o trabalho” Entre Contenções” e teve a oportunidade de mostrá-lo em importantes festivais de São Paulo e Belo Horizonte.

Dentre os festivais destacam-se: ” O masculino na Dança 2008″, ” Mostra independente de dança”, “Teorema Demonstrativo-  Festival Contemporaneo de dança 2008″, ” Solilóquio- espaço e ação da cia Zikizira em BH”, prêmio de primeiro lugar no “Mogi Dança Contemporânea”, “ABCDança 2009″  ” Primeiro passo”-sesc pompéia e “1,2 na dança” de 2009 em BH.

Em 2008 atuou como bailarino da obra “ Laughing Soil” dirigido pela coreógrafa japonesa Miyako Kato, apresentado em cinco cidades pelo Brasil.

No final de 2008 entrou para cia Angelo Madureira e Ana Catarina Vieira no espetáculo ” O Animal mais forte do mundo” se apresentando em festivais pelo Brasil em 2009.

Em 2008 como performer atuou na exposição Tokyogaqui, homenagem a Kazuo Ohno e Takao Kusuno no espaço Ohno 101 +Kusuno  durante 2 meses e na performance ” Existe alguma possibilidade ética que não acene ao totalitarismo?” de Daniel Fagundes, no evento VERBO na Galeria Vermelho.

Em 2009 membro do coletivo de solos “Solos e Reverberações”, onde deu continuidade as apresentações de” Entre Contenções” pelo prêmio de circulação do Proac.

Em 2009, como performer atuou em ” Noiva Despedaçada” de Ricardo Iazzetta, no encerramento da exposição “Navalha da Carne” homenagem a Tatsumi Hijikata e no encontro de performance no Rio Verde com a performance “Tentativa de Salvar o mundo” de Julia Rocha.

Foi interprete de dois videos-dança ” Varzea” – direção Bijari + Zetta e “Primeiro Experimento” direção de Key Sawao e Ricardo Iazzetta.

Atualmente é integrante da cia Angelo Madureira e Ana Catarina Vieira como bailarino colaborador, indo para o quarto ano do curso Comunicação das Artes do Corpo pela Puc e continua sua pesquisa em dança com o apoio do Rumos Itaú Cultural com a pesquisa coreografica “Como superar o grande cansaço?”

ufa!

20 de Outubro, 2019


1 Response to “Biografia+curriculo”


  1. 1 Iola Gomes Ferreira
    01/05/2016 às 23:08

    eu


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




Eduardo Fukushima

Arquivos

novembro 2021
S T Q Q S S D
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Cultura em Pauta: Economia na dança contemporânea- discussões ,Oxigênio ( núcleo DESABA).

RSS Oxigênio: contém videos dos encontros

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

Blog de Inês Correa- pesquisa fotográfica

pesquisas do rumos 2009/2010

RSS Feed desconhecido

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

RSS Renata Melo

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

RSS Feed desconhecido

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

RSS Feed desconhecido

  • Ocorreu um erro. É provável que o feed esteja indisponível. Tente mais tarde.

%d blogueiros gostam disto: